Lojas

(81) 3726-1732 - Belo Jardim

(81) 3726-8350 - BR 232, Belo Jardim

(87) 3835-1100 - Pesqueira

(87) 3836-1122 - Sanharó

Newsletter

Cadastre o seu email e fique por dentro das nossas novidades.

Conheça os tipos de planta que você pode ter em seu apartamento

Apartamento não tem jardim, mas isso não significa que não possa ser florido. Violetas, azaleias e gérberas são algumas das espécies que podem ser criadas em ambiente interno. Além delas, o técnico agropecuário Leonardo Cristiano Ávila Silveira cita também as samambaias, a palmeira fênix e a avenca.

"Essas plantas são consideradas de interior porque sobrevivem em locais fechados, não precisam de sol direto desde que recebam luminosidade por ao menos seis horas durante o dia", explica. Ele alerta para o cuidado com altas temperaturas e com choque térmico, e desaconselha a deixar as plantas em ambientes com ar condicionado.

Umidade e água 
Silveira destaca que violetas devem ser regadas com água sem cloro - ou seja, da chuva ou opções engarrafadas vendidas no mercado, jamais da torneira. Ele ressalta que a espécie também requer cuidados na hora de regar: a água não deve ser jogada sobre as folhas, mas por debaixo delas.

Para molhar outras espécies, a sugestão é usar um borrifador. O ideal é repetir o processo uma vez por semana, no inverno, e uma vez a cada cinco dias, durante o verão. A dica para saber a quantidade ideal é observar se a água está saindo por baixo do vaso e molhando o prato - se sim, a água já está suficiente.

O técnico agropecuário informa que grande parte das plantas de interiores não são tolerantes a umidade, ou seja, se pegam muita chuva ou são regadas mais do que o recomendado, ficam expostas a fungos e outros problemas - é o caso de cactos e avencas, por exemplo. A sugestão, para esses ambientes, são as minirrosas e as gérberas, mais resistentes ao excesso de água.

Tamanhos variados 
Quem tem mais espaço ou deseja plantas grandes pode optar pela samambaia rabo de peixe, que mede cerca de 1,20 metro, mas pode chegar a até dois metros.

O chifre-de-veado, assim batizado por causa do formato de suas folhas grandes, também fica com aproximadamente um metro de altura. Um pouco maior, o fícus em vaso mede por volta de 1,40 metro - "plantado na terra, com espaço para crescer, vira árvore", completa Silveira.

Silveira também fala da comigo-ninguém-pode e da coroa-de-cristo, mas adverte que essas plantas são altamente tóxicas e não devem ser escolhidas para ambientes com crianças ou animais de estimação. Quem tem alergia, ou pele muito sensível, também deve evitar as espécies.

 

Fonte: Revista Pensei Móveis

Outros Posts

Descubra quais são as vantagens da descarga com acionamento duplo.

Sabia que é possível economizar até 75% de água com esse tipo de descarga?

Iluminação, qual tipo de lustre escolher?

A iluminação é um aspecto muito importante para qualquer ambiente, pois além de cumprir um papel estético, tem também a função de tornar o espaço mais acolhedor, agradável e até seguro.

Combine o roxo na hora de decorar

Cores fortes muitas vezes requer uma atenção maior na hora de combinar com a decoração, porém elas não devem ser banidas já que conferem muito charme e beleza aos ambientes.

Como decorar o quarto do bebê

Da segurança aos aspectos visuais, comece com pé direito o quarto do seu bebê